ANA SEYMOUR - DAMA DA MEIA-NOITE

 
ANA SEYMOUR - DAMA DA MEIA-NOITE

Castelo de Coverly, Inglaterra, janeiro de 1135.
—Vamos lá, diga-me! Como é seu noivo? Acaso é bonito? - Claire perguntou a Júlia, sua melhor amiga e também prima distante. Sua voz estava impregnada com aquele tipo de curiosidade, bem própria da adolescência.
—Acho que sim... - Júlia respondeu, sacudindo os ombros sem demonstrar muito interesse pelo assunto. Aliás, parecia mais preocupada em pentear seu cabelo dourado. - Para quem prefere os morenos, não deve haver homem mais bonito - completou com uma ponta de ironia, mostrando que não estava nem um pouco im­pressionada com o futuro marido...
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Curta Nossa Página do Facebook!


  • Desenvolvido Por Power Divulgação